“Votação de doações deve ser anulada”, diz jurista

images_cms-image-000437539O jurista Luiz Moreira, que até abril foi integrante, em dois mandatos, do Conselho Nacional do Ministério Público, defende que “a mesa diretora da Câmara deve anular a votação [sobre financiamento privado], comprometida por um vício incontornável.

Deixe um comentário