Brasil  

Vítima que achou sequestrador no Orkut relata horror em cativeiro

Fonte: votebrasil.com

Jovem de 25 anos ficou 3 dias dentro de buraco em matagal na Grande SP. ‘Não via a luz do dia, quase enlouqueci’, disse; sequestro durou 2 semanas.

A jovem de 25 anos que localizou um dos suspeitos de seu sequestro no site de relacionamentos Orkut relatou nesta quinta-feira (16) ao G1 os momentos de horror no cativeiro.

O sequestro aconteceu em março e durou cerca de duas semanas. Policiais do Setor de Investigações Gerais da Delegacia Seccional de Carapicuíba, na Grande São Paulo, prenderam em São Vicente, no litoral paulista, um homem de 34 anos suspeito do crime.

Apesar da prisão, ela ainda sente medo, porque outros envolvidos no sequestro ainda não foram localizados. “Apenas um não quer dizer muito”, afirmou. Por isso, ela falou do caso sob condição de anonimato.

O sequestro aconteceu em Vargem Grande Paulista, na região metropolitana de São Paulo, em 13 de março. Ela estava com uma amiga no escritório onde trabalha quando os criminosos chegaram.

“Apareceram três pessoas e um deles entrou no escritório onde eu fico. Em um primeiro momento, achei que era um assalto. Ele disse que queria me levar mesmo. Eu tentei não ir, mas me jogaram dentro do carro”, contou.

Os sequestradores levaram a jovem até a Praia Grande, também no litoral, onde entraram em um matagal. Ela lembra que, durante a caminhada, avistou uma rua e tentou fugir. A mulher pediu ajuda em uma lan house, mas foi logo localizada pelos criminosos.

Os homens a levaram para um buraco de 1,5 metro de largura por 2 metros de comprimento no meio da mata, onde ela permaneceu durante quase três dias. “O pior de tudo foi ficar lá porque eu não via a luz do dia, quase enlouqueci.

Eu estava toda suja, machucada. Eu não sentia fome, só tomava água. Tinha muito mosquito”, lembra. Ela tentou fugir, quebrou parte da tampa que cobria o buraco e acabou descoberta. “Ele [um dos sequestradores] escutou o barulho e me amarrou lá dentro.”

Depois desse período, a jovem foi levada para uma casa em São Vicente, onde ficou mais 12 dias. A polícia conseguiu libertá-la depois de uma denúncia anônima. Quando a polícia chegou, ela estava sozinha.

O suspeito preso seria o homem que a vigiou nesta casa. A jovem conta que ficou de olhos vendados, mas conseguiu vê-lo uma vez, de relance. “Ficou gravado”, afirmou. Ela começou a procurar o sequestrador nas redes sociais porque “queria saber o final dessa história”. “Eles sabem de toda a minha vida”, afirma, com medo.

Apesar do tempo que passou desde o sequestro, a jovem ainda não se recuperou. “Eu estou fazendo tratamento, tomo remédio e isso me ajudou bastante”, diz. Parte da rotina voltou ao normal, mas ela conta que não consegue sair à noite com os amigos, por exemplo. “Eu não tenho uma vida social como antes.”

Investigação

Com as informações obtidas na internet, a polícia encontrou a casa do suspeito, de 34 anos, apontado como um dos chefes do tráfico na Baixada Santista. No local, foram apreendidos 40 quilos de maconha. O homem já tinha passagem pela polícia por sequestro.

Ele estava foragido desde o ano passado, quando saiu da prisão beneficiado pela saída temporária do dia das crianças. A namorada dele, uma mulher de 20 anos, também foi presa em flagrante.

Segundo o delegado Idinelson de Jesus Martins, a polícia investiga a participação de pelo menos outras três pessoas no sequestro. O suspeito preso teria confirmado, ainda de acordo com ele, que estava no cativeiro, sem dar informações sobre os outros envolvidos.

Luciana Bonadio

Deixe um comentário

Um comentário para “Vítima que achou sequestrador no Orkut relata horror em cativeiro”

  1. ? Claudina disse:

    MINHA OPINIÃO SOBRE CATIVEIRO: AS PESSOASS DE IDADE QUE RECEBEM UMA FILHA CASADA COM GENRO USUÁRIO DE DROGAS EM SUA CASA FICA SUJEITO E CATIVA A FILHA E O GENRO POR MEDO! TEMOS QUE ORAR POR ESTES IDOSOS QUE ESTÃO EM NESSA SITUAÇÃO.