Vingança de Cunha virá na CPI e tem nome: Kroll

images_cms-image-000421313Convencido de que é alvo de uma investigação política, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), prepara o troco na CPI sobre a Petrobras, presidida por seu aliado Hugo Motta (PMDB/PB). Uma das decisões tomadas é a contratação da Kroll, a maior firma de investigações privadas do mundo, que atuou na CPI que resultou na queda do ex-presidente Fernando Collor, em 1992.

Deixe um comentário