Brasil  

Vereador se filma usando cueca samba-canção em Belo Horizonte

Fonte: votebrasil.com

Um vídeo no qual um vereador de Belo Horizonte é flagrado de cueca samba-canção em seu gabinete foi divulgado durante o final de semana pelo jornal Hoje em Dia.

Por meio de nota, a Câmara Municipal de Belo Horizonte informou que, após a revelação do jornal, a Mesa Diretora encaminhou representação ao corregedor da Casa, o vereador Edinho Ribeiro (PT do B), para apuração dos fatos.

Geraldo Ornelas Guimarães, conhecido como Gêra Ornelas (PSB), de 61 anos, está em seu quarto mandato e é alvo de duas ações movidas pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPE-MG). Os vídeos foram encontrados por conta destas investigações.

Ele estaria cobrando comissão sobre os salários de servidores de seu gabinete em troca do emprego e foi denunciado por um funcionário. Em um dos processos, está anexado o vídeo que teria sido filmado pelo próprio vereador.

Nas imagens, o parlamentar acaricia os cabelos de uma mulher não identificada e manipula uma caixa de papelão onde estava a câmera, o que indica que ele tinha consciência da filmagem.

Na 1ª Vara de Fazenda Municipal de Belo Horizonte corre uma ação de improbidade administrativa tendo como réu Gêra Ornelas. O valor da causa é de R$ 291.688,42. O iG tentou localizar o vereador, mas funcionários de seu gabinete informaram que, nesta segunda (17), ele participa de reuniões fora da casa legislativa e não pode ser localizado.

O advogado Antônio Patente é quem está falando pelo parlamentar. “Por minha recomendação ele não está falando. Ele aguarda serenamente a decisão judicial”, disse o defensor de Gêra.

O advogado explicou que o vídeo foi feito há 13 anos e há seis houve distribuição para veículos de imprensa, mas as imagens não foram divulgadas.

“O processo está na iminência de ser julgado e acredito que a divulgação das imagens tenha como objetivo influenciar a decisão do juiz. O vídeo foi distorcido para criar escândalo. Ele está fora de contexto. Este vídeo já gerou uma ação contra o vereador e ele foi absolvido”, alegou Patente.

Questionado qual o contexto real das imagens, segundo o advogado, editadas, ele disse que “está agregado às mesmas causas da ação (do MP)”, e que por se tratar de processo em segredo de Justiça, não pode fornecer mais detalhes antes do julgamento.

Imagens com cuecas não são um bom presságio para políticos. A primeira cassação da história da Câmara dos Deputados aconteceu em 27 de maio de 1949.

Edmundo Barreto Pinto (PTB-DF) perdeu o mandato por quebra de decoro parlamentar, após ser fotografado de smoking e cueca. Originalmente, a fotografia foi publicada na revista O Cruzeiro, em 1946.

Perfil do vereador

Gêra Ornelas nasceu em 21 de janeiro de 1950 em Jequitinhonha, cidade do Norte do Estado que fica a 676 quilômetros de Belo Horizonte. Na câmara, ele integra a comissão de desenvolvimento econômico, transporte e sistema viário.

Solteiro, o parlamentar tem ensino médio completo. Ele declarou em 2008 R$ 300 mil em bens, sendo dois apartamentos em Belo Horizonte, uma fazenda na sua cidade natal e dinheiro em banco.

Deixe um comentário