União homossexual e cota para negros entram na pauta do STF

Ainda neste semestre entram na pauta de discussões dos 11 ministros do Supremo Tribunal Federal: a validade das cotas raciais nas universidades, a interrupção da gravidez de anencéfalos (fetos sem cérebros), a demarcação de terras quilombolas e o reconhecimento das uniões homossexuais.

Deixe um comentário