Saúde  

Um novo jeito de combater alergia a comidas

 Fonte: opiniaoenoticia.com.br

O alerta “pode conter nozes” aparece com tanta frequência na lista de ingredientes de alimentos processados a ponto de fazer com que a advertência perca o seu efeito. A alergia a sementes, particularmente ao amendoim (que a rigor é uma vagem, não uma noz), não deve, no entanto, ser tratado com displicência. O choque anafilático provocado sempre é doloroso e pode, caso o inchaço obstrua as vias aéreas, matar.

Os jovens que têm alergia a amendoins e seus pais podem, portanto, ficar interessados em um estudo de Andrew Clark e Pamela Ewan da Universidade de Cambridge, publicado nesta semana no periódico Lancet. Ele sugere que o sistema imunológico (cuja reação adversa causa a anafilaxia) pode ser treinado para se tornar menos sensível ao amendoim, até o ponto em que uma exposição acidental a pequenas quantidades do alimento não causem dano nenhum.

Os dois pesquisadores fizeram essa descoberta ao recrutar 100 jovens alérgicos a amendoins com idades entre 7 e 16 e ao pedir que metade deles ingerissem quantidades crescentes de proteína de amendoim diariamente, até 800 mg (aproximadamente equivalente a cinco amendoins) por 26 semanas, e à outra metade que continuasse a evitar alimentos que contivessem esse tipo de proteína pelo mesmo tempo. Em seguida pediu-se que os do segundo grupo se comportassem como o primeiro por mais 26 semanas, e em seguida o teste foi aplicado novamente.

No primeiro grupo, 84% dos participantes puderam ao fim tolerar ingerir o equivalente a cinco amendoins por dia. Nenhum membro do grupo de conseguia fazer o mesmo antes de receber um tratamento similar, quando então 91% deles conseguiam fazê-lo. Ademais, 62% daqueles do primeiro grupo não foram afetados por ingerir uma única dose de 1.400 mg de proteína de amendoim – uma grande quantidade, improvável de ser ingerida por acidente. E 54% do segundo grupo conseguiram ingerir tal quantidade após se submeterem ao mesmo experimento.

Fontes: The Economist-Not a nutty idea

Deixe um comentário