Tucano acusa PT de usar caso Cachoeira para ‘abafar’ mensalão

O presidente nacional do PSDB, deputado federal Sérgio Guerra (PE), disse nesta quinta-feira que o presidente do PT, Rui Falcão, quer usar a CPI do caso Cachoeira para “abafar o mensalão”.

Em sua conta no Twitter, o parlamentar acusou o petista de mentir e tentar “confundir a opinião pública, numa atitude que não honra a democracia brasileira”.

Em um vídeo divulgado ontem no site do partido, Falcão defendeu a criação de uma CPI “para apurar este escândalo dos autores da farsa do mensalão”.

“Nós queremos que a CPI possa apurar todos os vínculos deste senador e de vários políticos de diferentes partidos com o jogo do bicho, com contrabando, com informação privilegiada sobre operações policiais”, disse o presidente do PT.

Guerra rebateu dizendo que “o mensalão foi desvendado há sete anos e até hoje ninguém foi punido. Pelo contrário, o PT fez questão de tentar reabilitar os mensaleiros.

O tucano ainda se referiu ao mensalão como “o maior escândalo do governo Lula”. Segundo Guerra, o caso “certamente contribuiu para que outros contraventores como Cachoeira continuassem agindo, confiando na impunidade”.

O presidente do PSDB também criticou a postura do PT de não concordar com uma CPI que investigue, além dos parlamentares, outros agentes privados e públicos, inclusive no Executivo. “A sociedade brasileira também não concorda com uma CPI chapa branca com o objetivo claro de poupar aliados da presidente Dilma Rousseff”, escreveu Guerra.

Fonte: votevrasil.com

Deixe um comentário