Temer diz que assessor flagrado com propina é de “boa índole” e que renunciar seria confissão de culpa

O peemedebista declarou que o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) – flagrado em vídeo recebendo R$ 500 mil em propina – é uma pessoa de “muito boa índole”. O presidente disse ainda que não deixará o mandato mesmo que a PGR o denuncie.

Deixe um comentário