Supremo mantém decisão de Lula e liberta italiano Cesare Battisti

Ele foi condenado à prisão perpétua na Itália pelo assassinato de quatro pessoas na década de 1970, quando integrava o grupo Proletários Armados pelo Comunismo (PAC). Por este motivo, a Itália entrou com um processo de extradição em maio de 2007, que foi negado definitivamente, após ser apreciado três vezes pelo STF.

Deixe um comentário