STF autoriza quebra de sigilos bancário e fiscal de Cunha, família e empresas

eduardoEduardo Cunha (PMDB-RJ), teve os sigilos bancário e fiscal quebrados, em relação ao período de 2005 a 2014. A decisão do ministro Teori Zavascki, do STF, incluiu a mulher do deputado, Cláudia Cruz, de sua filha, Danielle Dytz da Cunha, e de pelo menos três empresas ligadas à família.

Deixe um comentário