Mundo  

Snowden pede asilo temporário à Rússia

Renata Giraldi*
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O ex-consultor norte-americano Edward Snowden, que denunciou atividades de espionagem por parte de agências do governo dos Estados Unidos a cidadãos norte-americanos e estrangeiros, pediu hoje (16) asilo temporário à Rússia. O advogado do norte-americano, Anatoli Kutcherena, disse que o pedido foi encaminhado às autoridades russas.

Snowden está há 20 dias, na área de trânsito do aeroporto de Sheremetievo, em Moscou, capital da Rússia, sem passaporte, sem visto e sem autorização para circular no país ou deixá-lo. O advogado do ex-consultor disse que o pedido de asilo foi entregue a um representante do Serviço Federal de Migração.

Kutcherena se reuniu com Snowden hoje. Se o Serviço Federal de Migração da Rússia aceitar o pedido temporário, o ex-consultor poderá permanecer no país por até 12 meses. Uma vez concedido, o asilo temporário tem prazo de um ano, renovável por igual período.

Ontem (15) o presidente russo, Vladimir Putin, disse que a exigência para o ex-consultor permanecer no país é que ele encerre suas atividades. Putin, porém, disse que o norte-americano demonstrou interesse em manter suas atividades. Os governos da Venezuela, da Bolívia e da Nicarágua ofereceram asilo a Snowden.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa

Edição: Denise Griesinger

Deixe um comentário