Senado recontrata 1.600 terceirizados ao custo anual de R$ 72 milhões

O Senado deu início no último mês a um processo de recontratação de 1.273 terceirizados, entre copeiros, chaveiros, arrumadeiras, cozinheiras, garçons e outros cargos de apoio administrativo. Os salários variam entre R$ 1,2 mil e R$ 6 mil, dependendo da função. .

Deixe um comentário