Renato Rabelo: PCdoB reafirma candidatura de Netinho em São Paulo

 

Em entrevista ao Vermelho nesta quinta-feira (24) o presidente nacional do PCdoB, Renato Rabelo, falou da agenda política que cumpriu na quarta-feira (23), em Brasília, com o ministro da Educação e pré-candidato à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad.

Renato reafirmou que o vereador Netinho Paula irá representar e defender as bandeiras dos comunistas na capital paulista em 2012, e lembrou que o Partido foi primeiro a lançar sua pré-candidatura. “O Netinho vem se revelando uma liderança que tem um grande prestígio popular na cidade de São Paulo, pela sua própria origem. A campanha ao Senado deixou isso claro. Apesar dos ataques e da tentativa de desmoralizá-lo, ele teve uma votação muito expressiva”.

Além de ser considerada uma candidatura natural para o Partido, o dirigente nacional afirmou que a essa é ainda uma decisão do grupo de trabalho eleitoral do PCdoB — que se reuniu recentemente em Brasília.

O encontro definiu a necessidade de o Partido apresentar, cada vez com mais intensidade, candidaturas majoritárias. “Essa é uma acumulação importante que o PCdoB está fazendo. É o meio do Partido se dirigir ao povo, manifestando suas ideias e suas propostas. As lideranças e o Partido passam a ser mais conhecidas por meio das eleições majoritárias”.

A deliberação do grupo de trabalho eleitoral será uma linha de conduta adotada em todo Brasil. O PCdoB também apresentará em 2012 nomes para disputar as eleições municipais em Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC), Salvador (BA), Fortaleza (CE), São Luis (MA) e Rio Branco (AC). “Todas essas são candidaturas com grandes possibilidades e São Paulo também tem grande relevância para o Partido, por sua própria repercussão nacional”.

Com Lula

A candidatura de Netinho também foi um dos assuntos da visita de Renato ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na manhã desta quinta-feira (24), em São Bernardo.

Ele disse que defendeu junto a Haddad e a Lula que — no caso de São Paulo — é possível a consolidação de mais de uma candidatura da base de apoio ao governo Dilma, com a possibilidade de formar uma aliança no segundo turno.

Renato ressaltou o respeito do ministro em relação à decisão do PCdoB. “Em momento algum ele fez qualquer tipo de apelo e imposição — como a mídia conservadora tenta insinuar — em relação à pré-candidatura de Netinho. O próprio Lula concorda que o PCdoB deve ter uma candidatura que projete o Partido”.

O dirigente comunista disse que Lula está muito disposto e consciente do êxito do tratamento. “Nossa conversa gerou mais em torno de questões gerais. Neste momento tudo tem que se voltar para a recuperação dele. Ele é um grande amigo e aliado. Fomos lá para estimulá-lo e levar nossa solidariedade”.
Da redação do  vermelho.org.br
Mariana Viel

Deixe um comentário