Renan não aceita renunciar à liderança do PMDB no Senado e bancada adia destituição

O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), não aceitou a orientação para renunciar ao cargo por ter posição política incompatível com os interesses da maioria do colegiado e do presidente Michel Temer, particularmente sobre as reformas da Previdência e das leis trabalhistas.

Deixe um comentário