Saúde  

Remédio consegue interromper transmissão do vírus HIV em 92%, diz estudo

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

Com o medicamento correto para o tratamento da Aids, a transmissão sexual do vírus HIV pode ser evitada em até 92%, segundo estudo publicado pelo jornal britânico “The Lancet”.

A pesquisa, financiada pela Fundação Bill and Melinda Gates, mostrou que apenas uma entre as 349 pessoas heterossexuais infectadas, acompanhadas pelos especialistas e que iniciaram o tratamento contra a aids, passou o vírus para alguém.

O próximo passo, em andamento nos laboratórios, é conseguir prolongar o efeito desse medicamento.

Os especialistas explicam que o coquetel anti-HIV diminui a presença do vírus no sangue e em fluídos corporais, o que dificulta a transmissão para pessoas não infectadas.

África

Com os avanços da pesquisa, o coquetel poderia diminuir drasticamente o avanço da Aids em regiões mais afetadas, como a Suazilândia, na África. Segundo o estudo, o avanço da aids nas nações africanas mais afetadas poderia cair 95% em uma década se os infectados recebessem imediatamente os medicamentos.

Deixe um comentário