Brasil  

Religiosos criticam adoção por casais homossexuais

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

A CCBB avaliou que esse tipo de adoção impede a criança de ter uma família formada por pai e mãe.

A adoção de crianças por casais homossexuais foi criticada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CCBB). Os religiosos avaliaram que esse tipo de adoção impede que a criança tenha uma família formada por pai e mãe.

Para o padre Luiz Antônio Bento, assessor da comissão para vida e família da CNBB, isto fere o direito da criança de conviver com a figura masculina e feminina dos pais. “Nem sempre o que é legal é moral e ético”, afirmou o padre. O pastor Paulo Freire, presidente do conselho de doutrina da igreja evangélica Assembleia de Deus, afirmou que “a criança precisa da figura do pai e da mãe para entender a vida”.

Bento discordou da decisão do Superior Tribunal de Justiça, que manteve nesta segunda-feira, 27, a aprovação do Ministério Público Federal em conceder a adoção de duas crianças a um casal homossexual de mulheres de Bagé, Rio Grande do Sul. O caso ainda será avaliado pelo Supremo Tribunal Federal.

Deixe um comentário