Reforma política de Dilma já esbarra no Congresso

.

: .
Em nota, presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), reitera sua defesa pela reforma política, mas propõe um “referendo popular, como fizemos na proibição de venda de armas e munições”; comunicado foi divulgado um dia depois de Dilma Rousseff ter anunciado, em seu primeiro discurso após ter sido reeleita presidente da República, que irá insistir no plebiscito para consultar a população; segundo ela, proposta será prioridade do segundo mandato

O presidente do Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL), sinalizou nesta segunda-feira 27 não concordar com a presidente Dilma Rousseff (PT), que em seu discurso após a reeleição, na noite deste domingo 26, anunciou o plebiscito da reforma política como prioridade para o seu segundo mandato. Renan, por meio de nota, defendeu a realização de um referendo para aprovar o tema.

Deixe um comentário