PV impede candidatura de políticos condenados

Para a ex-senadora Marina Silva, a decisão demonstra coerência do partido.

A Executiva Nacional do Partido Verde aprovou uma resolução que impede que políticos com condenação judicial definitiva se candidatem pela sigla. A resolução foi publicada no Diário Oficial de 1º de abril e vale para as eleições de outubro.

Com a medida, não serão admitidos políticos condenados por crimes contra a economia popular, a fé pública, a administração pública, por atos contra o patrimônio privado, o sistema financeiro, o meio ambiente, a saúde pública e contra a vida. A resolução também impede candidaturas de políticos que tiveram suas contas rejeitadas por improbidade administrativa.

Para a pré-candidata do PV à presidência, senadora Marina Silva (AC), a decisão demonstra coerência do partido. “Como nós trabalhamos para a aprovação do projeto Ficha Limpa no Congresso, faz sentido que nos antecipemos já na implementação.”

Deixe um comentário