PT vai processar Serra por acusar Dilma de tentar fabricar dossiê

Mariana Jungmann
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O Partido dos Trabalhadores entrará amanhã (23) com uma ação civil por danos morais contra o candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra. O processo será movido por causa das acusações recentes de que a campanha da candidata petista, Dilma Rousseff, tentou fabricar um dossiê contra Serra.

Para o presidente do PT, José Eduardo Dutra, as acusações do candidato da oposição feriram a honra de seu partido e precisam ser questionadas judicialmente. “Entendemos que as acusações dele são inaceitáveis. Não vamos admitir que qualquer pessoa, com o objetivo de tentar obter ganhos eleitorais, faça acusações dessa gravidade contra a honra do partido”.

Segundo Dutra, o processo será movido pelo PT e não pela candidata e que o objetivo não é obter ganhos financeiros.  “Nós não fizemos quantificação no pedido de indenização, deixamos isso a critério do juiz”.

O PT já havia entrado com um pedido de interpelação de Serra para que ele explicasse judicialmente as suspeitas que levantou, mas o juiz entendeu que as acusações estavam claras e não havia motivos para uma interpelação. A partir daí, os petistas entenderam que o melhor caminho seria a ação com pedido de indenização por danos morais.

As acusações de Serra foram feitas no dia 2 de junho, quando ele disse que pessoas ligadas à campanha da ex-ministra haviam procurado o ex-delegado da Polícia Federal, Onésimo de Souza, para que ele fizesse escutas ilegais que pudessem ser utilizadas na fabricação de um dossiê contra o candidato do PSDB. 

Edição: Rivadavia Severo

Deixe um comentário