PSOL e PPS vão ao Conselho de Ética contra Valdemar Costa Neto

Fonte: votebrasil.com

Representação aponta elo de deputado com suposto superfaturamento. Deputado, que é secretário-geral do PR, não quis comentar.

O PSOL e PPS protocolaram nesta quarta-feira (13) no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados representação que pede instauração de processo contra o deputado federal Valdemar Costa Neto (SP), secretário-geral do PR.

A representação é baseada em reportagem das revistas “Veja” e “Isto é” de que Costa Neto integra grupo do PR que participou de esquema de superfaturamento de obras e cobrança de propina no Ministério dos Transportes.

Por meio de sua assessoria, Valdemar Costa Neto disse que nem ele nem o PR comentam ações de parlamentares em andamento no Conselho de Ética.

Os dois partidos querem que o Conselho de Ética investique o deputado por quebra de decoro parlamentar. A representação foi entregue pelos deputados Roberto Freire (PPS-SP), Chico Alencar (PSOL-RJ), Jean Willys (PSOL-RJ) e Ivan Valente (PSOL-SP) ao presidente do Conselho de Ética, deputado José Carlos Araújo (PDT-BA). Araújo afirmou que qualquer procedimento referente à representação só poderá ser tomado depois do recesso parlamentar.

“Infelizmente, o nosso Valdemar, que é deputado desta Casa, está envolvido neste esquema com uma postura que não tem nada a ver com o que se espera de um parlametnar. Esperamos que a verdade possa surgir. O Valdemirar denigre a imagem desta Casa”, disse Roberto Freire, do PPS.

Na representação, os parlamentares também sugerem audiência com oito pessoas, entre elas, Luiz Antônio Pagot, diretor afastado do Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes (Dnit) e o atual ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos.

Investigação

O PSOL e o PPS também informaram que apresentarão pedido de investigação na Corregedoria da Câmara sobre o suposto envolvimento do deputado Davi Alves Silva Júnior (PR-MA) no caso. O deputado afirmou que vai esperar ser notificado para comentar.

 

Deixe um comentário