PSDB quer que Mantega dê explicações sobre Casa da Moeda

Fonte: votebrasil.com

‘Vamos discutir na próxima terça a possibilidade de convocá-lo’, disse líder. Para líder do governo, ‘ministro já tomou a atitude que deveria tomar’.

O senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) afirmou nesta sexta-feira (3) que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, deveria ir ao Congresso dar explicações sobre a demissão do presidente da Casa da Moeda, Luiz Felipe Denucci. A Casa da Moeda, que foi fundada em 1694, é ligada ao Ministério da Fazenda.

“É óbvio que o ministro tem que vir dar explicações”, disse Aloysio Nunes. Questionado sobre a convocação de Mantega, o senador disse que o líder do PSDB na Casa, senador Alvaro Dias (PR), está tomando as providências. “Vamos discutir na próxima terça-feira a possibilidade de convocá-lo”, afirmou Dias.

Aloysio criticou o fato de que a indicação de Denucci para o cargo só tenha sido efetuada com o aval do PTB. “Chegamos no fim do poço em matéria de observância das regras da República quando o ministro da Fazenda precisa da cobertura de um partido para nomear o presidente da Casa da Moeda. É o fim da picada”, disse o senador.

Nesta quinta-feira (2), o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, afirmou que a indicação de Denucci para o cargo foi feita por Mantega e respaldada pelo PTB, e por isso o desgaste pela demissão não poderia recair sobre o partido.

Jefferson também defendeu a convocação de Mantega. “Ele [Denucci] é afilhado dele [Mantega], então tem que dar explicações. Uma coisa institucional.

O ministro pediu que o PTB chancelasse a indicação, então ele deveria vir a público porque a confusão está ficando na conta do PTB. Por lealdade, ele deveria vir ao Congresso Nacional”, afirmou Jefferson.

Governo

O líder do PT no Senado, Walter Pinheiro (BA), disse que Guido Mantega já tomou as providências necessárias sobre o suposto caso de corrupção na Casa da Moeda.

“As coisas já estão caminhando no sentido da apuração, já há um fato consumado, a demissão do dirigente da Casa da Moeda, o ministério está apurando e o passo seguinte, na minha opinião, é remeter para o Ministério Público e para a Polícia Federal a apuração para a gente identificar o que houve. As coisas devem se encaminhar agora para um esclarecimento maior e para uma tomada de posições mais firme”, disse Pinheiro.

Pinheiro afirmou ainda que “mais cedo ou mais tarde” Mantega deve ir ao Congresso dar explicações. “O ministro já tomou a atitude que deveria tomar. O assunto já é de amplo conhecimento. E o ministro, mais cedo ou mais tarde, vai estar aqui na Casa e vocês vão ter oportunidade de cobrar dele explicações, detalhamentos”, disse.

 Investigação

Portaria do Ministério da Fazenda publicada no “Diário Oficial da União” desta sexta-feira indicou os integrantes da Comissão de Sindicância que foi aberta para apurar denúncias de corrupção na Casa da Moeda, e estabeleceu um prazo de 30 dias para a conclusão dos trabalhos.

Segundo reportagem do jornal “Folha de S.Paulo” publicada nesta terça (31), Luiz Felipe Denucci Martins é suspeito de receber propina de fornecedores do órgão por meio de duas empresas no exterior. Ao jornal, ele atribui a denúncia a uma briga partidária dentro do PTB, que indicou seu nome.

Deixe um comentário