PSDB erra ao utilizar dados do Contas Abertas sobre o PAC

Fonte: Assessoria de Comunicações do contasabertas.uol. com.br

O líder do PSDB na Câmara, deputado João Almeida, errou ao utilizar de forma equivocada informações do Contas Abertas sobre balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) referente a agosto de 2009. O parlamentar mencionou os dados de agosto de 2009, publicados pelo Contas Abertas, como se fossem comparáveis aos divulgados hoje. Com base nas informações distorcidas, o site do PSDB produziu matéria acusando a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, de ter manipulado os números. 

Na matéria publicada hoje, o site do partido destaca: “governo infla programa e omite fracasso em saneamento e habitação”.

Na realidade, o levantamento do Contas Abertas realizado com base nas informações de agosto de 2009 dos relatórios estaduais da Casa Civil identificou que, até aquele momento, apenas 9,8% da quantidade total de empreendimentos havia sido concluída. Caso fossem excluídas as obras de saneamento e habitação, a quantidade de obras concluídas representaria 31% do total dos empreendimentos. Esses dados, relativos a agosto de 2009, o Contas Abertas confirma.

É importante sublinhar que a entrevista que o economista Gil Castello Branco, do Contas Abertas, concedeu sobre o assunto ao portal R7, mencionada no site do PSDB, referiu-se a dados de agosto do ano passado, não tendo qualquer relação com os dados hoje divulgados no balanço do PAC 3 anos.

 O confronto de informações de agosto de 2009 com as informações divulgadas hoje pelo comitê gestor do programa, referentes a dezembro de 2009, é absolutamente incorreto.

Deixe um comentário