Protestos na Copa não terão apoio da classe média, diz ‘Economist’

timthumb.phpUma reportagem publicada na revista britânica Economist descarta as chances de ocorrerem protestos durante a Copa do Mundo no Brasil com a mesma magnitude daqueles que ocorreram no ano passado. A reportagem aponta dois fatores que contribuem para isso: a perda do apoio da classe média e a mudança no perfil dos manifestantes.

Deixe um comentário