Procurador-geral da República descarta proteção imediata a Marcos Valério

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, descartou ontem a necessidade de a Justiça conceder proteção imediata ao empresário Marcos Valério, que, no fim de setembro, propôs colaborar com o Ministério Público em troca de um benefício de delação premiada.

Deixe um comentário