Prisão de Dirceu foi baseada em duas delações

images_cms-image-000448981Questionado sobre o “fato novo” que levou à prisão o ex-ministro José Dirceu, o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima afirmou em coletiva de imprensa que, “diante da delação de Júlio Camargo e do empresário Milton Pascowitch, os investigadores tiveram “provas suficientes” para a prisão.

Deixe um comentário