Brasil  

Presidente do Vox Populi acusa Datafolha de manipular pesquisa

O sociólogo Marcos Coimbra, presidente do Instituto Vox Populi, publicou um artigo nesta quarta-feira,15, acusando o Datafolha de manipular a pesquisa de opinião acerca do julgamento do mensalão. A pesquisa, publicada no último fim de semana pelo jornal Folha de São Paulo, aponta que 73% dos entrevistados são a favor da prisão dos réus acusados do escândalo.

Em seu artigo, Coimbra acusa o Datafolha de fazer perguntas indutivas para conduzir os entrevistados a determinadas respostas, fornecendo “pistas” sobre as “respostas corretas”. Coimbra contestou o uso editorial da pesquisa pelo jornal Folha de São Paulo. “O mais extraordinário foi seu uso editorial, na manchete que ressaltava que a maioria desejava que os acusados fossem ‘condenados e presos’”, escreveu.

Para o sociólogo parece suspeito que a pesquisa tenha sido feita somente após dez dias de julgamento, quando a opinião pública já estava “aquecida” pelo noticiário amplamente desfavorável aos réus.

“Contrariando o que se esperaria de um instituto subordinado a um jornal, não deixa de ser curioso que decidisse fazer seu primeiro levantamento sobre o assunto dez dias depois do início do processo no Supremo. Dez dias depois de ter sido pauta obrigatória nos órgãos da ‘grande imprensa’. Dez dias depois de um noticiário sistematicamente negativo”, escreveu o sociólogo.

Por fim, Coimbra diz que a pesquisa parece ter sido feita sob encomenda. “Parecia de encomenda: embora o resultado mais relevante da pesquisa fosse mostrar que 85% dos entrevistados sabiam pouco ou nada do assunto, o que interessava era afirmar a existência de um desejo de punição severa”, diz o artigo.

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

Deixe um comentário