PP virou ‘prostituta’, diz deputado investigado

Jerônimo-GoergenIncluído na lista dos políticos a serem investigados pela Operação Lava Jato no STF, o deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) destoa de seus colegas: em vez de atacar  Rodrigo Janot, como tem feito a maioria, descarrega sua indignação contra o seu próprio partido, o PP, e o Palácio do Planalto. Para o deputado, o Partido Progressista “acabou faz tempo” e não passa hoje de uma “prostituta”.

Deixe um comentário