Por unanimidade, Senado aprova projeto ficha limpa. Agora vai à sanção do presidente Lula

Por 76 votos a zero, e nenhuma abstenção, o Senado aprovou o chamado projeto ficha limpa, que proíbe o registro de candidatura a quem tiver condenação na Justiça em órgão colegiado. Provocado por iniciativa popular, o Projeto de Lei Complementar 58/2010 segue agora para sanção presidencial

Deixe um comentário