Por Ibope, Petrobras sobe 5% e Bovespa dispara

Fonte: Brasil 247
.

:

Impulsionado pela alta de mais de 5% das ações da estatal, o Ibovespa registrou hoje o melhor pregão desde 18 de julho, com alta de 2,27%, aos 59.735 pontos, com o mercado de olho nas eleições presidenciais; pesquisa Ibope em São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro será divulgada nesta terça-feira e poderá mostrar a candidata do PSB, Marina Silva, à frente de Aécio Neves (PSDB); outra mostra, a CNT/MDA será divulgada na quarta-feira; nova pesquisa Datafolha também será realizada esta semana; política domina mercado financeiro

Após encerrar uma sequência de altas na última sessão, o Ibovespa iniciou a semana de forma bastante positiva, impulsionado pela alta de mais de 5% das ações da Petrobras (PETR3; PETR4). De olho no exterior e aguardando a pesquisa Ibope de amanhã, o índice fechou esta segunda- feira (25) com alta de 2,27%, aos 59.735 pontos, renovando seu maior patamar desde fevereiro de 2013 e registrando seu melhor pregão desde 18 de julho deste ano, quando subiu 2,12%. As ações de bancos também registraram fortes altas, com destaque para Banco do Brasil (BBAS3), Bradesco (BBDC4) e Itaú Unibanco (ITUB4). O volume na Bovespa atingiu R$ 6,149 bilhões.

Nesta semana, o mercado fica de olho nas próximas pesquisas eleitorais. Uma nova pesquisa Ibope, a primeira após a confirmação de Marina Silva como candidata do PSB, deve ser divulgada amanhã e uma nova pesquisa Datafolha está agendada para ser realizada esta semana. De acordo com o Bom Dia Mercado, da Agência Estado, o Ibope poderá mostrar amanhã Marina Silva bem à frente de Aécio Neves, com um porcentual em torno de 27% das intenções de voto.

Enquanto isso, Dilma Rousseff estaria mantendo um teto de 38% das intenções de voto. Conforme destaca o boletim, o Ibope será decisivo para confirmar a tendência mostrada no Datafolha, onde Marina venceria Dilma por 47% a 43%. De acordo com José Roberto de Toledo, em coluna para o Estado de S. Paulo, a divulgação da pesquisa será amanhã, às 18h no site do jornal e deve mostrar “Marina Silva surfando uma onda de opinião pública de proporções havaianas”. Além disso, o mercado aguarda ainda pelo primeiro debate presidencial, também amanhã, e pela entrevista da candidata do PSB no Jornal Nacional, na próxima quarta-feira.

Segundo informações do blog Radar On-line, da Veja, uma pesquisa telefônica realizada por uma das campanhas constatou que Marina Silva não só disparou para o 1º lugar em São Paulo como ainda por cima venceria as eleições no 1º turno caso elas fossem hoje. A expectativa agora é saber se o que o Ibope de amanhã vai confirmar em relação a São Paulo e ao Brasil.

No cenário econômico nacional, destaque para a pesquisa Focus. A expansão do PIB (Produto Interno Bruto) em 2014 diminuiu para 0,70%, ante 0,79% da semana anterior – esta é a 13ª semana consecutiva que os economistas diminuem as estimativas para o crescimento da atividade econômica brasileira. Para 2015, os economistas mantiveram a projeção do PIB, para 1,20%. Em relação à inflação medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) em 2014, os economistas aumentaram a projeção para 6,27%, ante 6,25%, e continuou abaixo do teto da meta, enquanto para o próximo ano a projeção aumentou para 6,28%.

Já no cenário internacional, os benchmarks da Europa subiram com possível estímulo econômicos após comentários de Mario Draghi, presidente do BCE (Banco Central Europeu), em Jackson Hole. O presidente da autoridade monetária falou que as apostas em alta da inflação na região da zona do euro têm caído significativamente. Draghi disse que o banco central está preparado para responder com todas as ferramentas “disponíveis” caso a inflação recue mais.

Destaques de ações

No noticiário corporativo, o destaque ficou mais uma vez para a Petrobras, após o ex-diretor da estatal, Paulo Roberto Costa, aceitar um acordo em que ele faria delação premiada com procuradores da Operação Lava Jato, da Polícia Federal. A presidente Dilma Rousseff disse no domingo que “não se pode confundir as pessoas com as instituições” e que a Petrobras está acima de eventuais desvios de conduta cometidos por seus integrantes.

A decisão de Costa, na última sexta-feira, ocorreu no mesmo dia em que a Justiça autorizou a busca e apreensão em 13 empresas no Rio de Janeiro que pertencem a uma filha, um genro e um amigo do empresário. Essa decisão pode mudar o rumo das investigações sobre a petrolífera já que Costa teria afirmado na prisão que se contasse tudo que sabe à Justiça, as eleições deste ano não ocorreriam. As ações registram ganhos nesta sessão.

Com apenas 8 ações, destaque positivo também para as ações das imobiliárias, que ficaram entre as maiores altas do Ibovespa. Entre os principais destaques, os papéis da Cyrela (CYRE3, R$ 13,57, +2,49%) e Rossi (RSID3, R$ 1,30, +3,17%), que subiram mais de 2%.
Enquanto isso, as ações da Oi recuaram. Um laudo contratado pela Portugal Telecom sugere que seus acionistas aprovem a fusão proposta com a Oi , segundo documento ao qual a Reuters teve acesso na sexta-feira. Enquanto isso, a Vale (VALE5) registrou baixa, após o minério de ferro cair perto da cotação mínima do ano.

 

 

 

 

 

Deixe um comentário