Polícia do Senado investiga fraude no ponto

A Polícia do Senado aguarda um documento do serviço de informática da Casa, o Prodasen, para avançar na investigação sobre uma funcionária do gabinete de um ex-senador que batia o ponto para 20 colegas. Eles não precisavam trabalhar para receber seus salários.

Deixe um comentário