PML aponta exploração leviana do caso Wikipédia

Em artigo sobre o caso Wikipédia, Paulo Moreira Leite se solidariza a Miriam Leitão, atacada a partir de um IP do Palácio do Planalto, mas critica sua leviandade ao apontar uma “política de estado” contra a chamada “imprensa livre” no País; “Por enquanto, falar que “este governo desde o princípio não soube lidar com as críticas, não entende e não gosta da imprensa independente” é insistir numa tese conveniente para a propaganda da oposição

Deixe um comentário