Brasil  

PF cumpre mandados de prisão contra Arruda e Agnelo Queiroz

.
Os ex-governadores do Distrito Federal José Roberto Arruda e Agnelo Queiroz, além do ex-vice governador Tadeu Filippeli, são alvos de uma operação da Polícia Federal na manhã desta terça-feira, 23.

A PF cumpre mandados de prisão contra Arruda, Agnelo e Filippeli no âmbito de uma operação baseada em uma delação premiada da Andrade Gutierrez, que indicou um esquema de corrupção nas obras do estádio Mané Garrincha.

As obras no estádio tinham sido orçadas em R$ 600 milhões e custaram R$ 1,575 bilhão, o que significa que o superfaturamento pode ter chegado a quase R$ 900 milhões.

Agentes públicos e ex-agentes públicos, construtoras e operadores de propina também estão entre os alvos das ações desencadeadas pela PF nesta terça.

A PF investiga a hipótese de agentes públicos terem fechado conluios e simulado procedimentos que estavam previstos no edital de licitação das obras, que recebeu empréstimos da Terracap, companhia estatal do Distrito Federal com 49% de participação da União.

As obras no estádio Mané Garrincha foram feitas sem estudos prévios de viabilidade econômica. Desta forma, a Terracap se encontra em estado de iminente insolvência.

A operação da PF nesta terça inclui ao todo 15 mandados de busca e apreensão, dez mandados de prisão temporária e três conduções coercitivas. Um total de 80 agentes participam das ações.

Deixe um comentário