Brasil  

Passaporte comum terá chip eletrônico

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

A taxa de emissão do documento vai aumentar, mas segundo o Ministério da Justiça, responsável por determinar os valores, “não será um aumento exorbitante”

Os passaportes comuns emitidos pela Polícia Federal terão chip eletrônico a partir de dezembro. O novo documento será mais seguro do que o atual, porque vai armazenar mais dados e terá fácil leitura no controle migratório de todo o mundo.

A Casa da Moeda, que emite de 5 mil a 6 mil passaportes por dia, será responsável por produzir o novo passaporte com chip. A taxa de emissão do documento vai aumentar, mas, segundo o Ministério da Justiça — responsável por determinar os valores –, “não será um aumento exorbitante”. Quando o modelo mudou, há quatro anos, a taxa aumentou de R$ 89,10 para R$ 156,07.

A cor azul será mantida no novo passaporte, que terá um símbolo na capa indicando a presença do chip. As dez digitais, a foto e a assinatura ficarão armazenadas nele. Inserido na contracapa, não ficará exposto e a leitura será feita por radiofrequência.

A tecnologia já é adotada por países da União Europeia, Japão, Austrália e Estados Unidos. Nestes países, o custo do passaporte varia de R$ 101, na Itália, a R$ 324, na Austrália.

Deixe um comentário