Para ministro do STF, Battisti não pode “ser lançado em nova via crucis”

O ministro Marco Aurélio Mello (foto), do Supremo Tribunal Federal (STF), defendeu  a legalidade do visto que liberou a permanência do italiano Cesare Battisti no Brasil. “Ele tem que ter aqui no Brasil uma documentação para permanecer. Qual será a documentação? Se o Ministério Público indicar uma outra tudo bem, mas se não indicar, é o visto”, disse o ministro

Deixe um comentário