Para economista, corte de R$ 10 bilhões é insuficiente para conter aquecimento da economia

Para o economista Fábio Pina, da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo, só com uma “redução drástica” das despesas correntes o país terá condições de equilibrar a economia e romper com o “ciclo pernicioso de aumento de juros para tentar conter a inflação”.

Deixe um comentário