Para Datafolha, eleição presidencial é completamente imprevisível

mauro_paulino_Helcio-Nagamine_Fiesp_1Na coordenação de pesquisas eleitorais do Instituto Datafolha desde 1988, o sociólogo Mauro Paulino vê esta eleição presidencial como a mais imprevisível de todas que acompanhou. Para o diretor-geral do instituto, a primeira disputa eleitoral após as manifestações de junho de 2013 será marcada por uma forte desconfiança do eleitorado com os políticos tradicionais.

Deixe um comentário