Orestes Quércia renuncia à candidatura ao Senado

Alex Rodrigues
Repórter Agência Brasil

São Paulo – Candidato do PMDB ao Senado, o ex-governador de São Paulo Orestes Quércia renunciou hoje (6) à sua candidatura. Em nota, ele atribuiu sua decisão à necessidade de se submeter a um tratamento médico e manifestou seu apoio ao candidato do PSDB ao senado, Aloysio Nunes Ferreira.   

Nos últimos dias, Quércia já havia deixado de fazer campanha nas ruas para se submeter a exames médicos. Sem revelar o diagnóstico ou fazer qualquer menção a um possível tratamento de câncer de próstata, o ex-governador disse apenas que a decisão foi tomada em conjunto com sua família.

“Entendo que essa atitude, neste momento, apesar de difícil, é a mais correta a bem dos interesses da coligação, do meu partido, do meu estado e de meu interesse em recuperar minha saúde”, declarou Quércia antes de justificar as causas pelas quais acredita que seus eleitores devem votar em Nunes.

“Ele reúne todas as condições de representar São Paulo no Senado da República, pela sua história, seu compromisso com São Paulo e pela forma como ajudou o governo José Serra a desenvolver seu trabalho”, atestou Quércia, um dos poucos peemedebistas a apoiar a candidatura presidencial de José Serra.

Quércia tinha 23% das intenções de voto na última pesquisa eleitoral divulgada pelo Ibope no final de semana, atrás de Marta Suplicy (PT) com 36%, e de Netinho (PCdoB) com 26%. Já Aloysio Nunes aparece em quinto lugar, com 12% das intenções de voto, atrás do senador Romeu Tuma (PTB), que disputa a reeleição e conta com 13%.

Deixe um comentário