Oposição votará contra novo pacote de ajustes do governo

.
Por Fábio Góis – Congresso em Foco
.
oposiçãoA oposição reagiu rapidamente ao anúncio do governo, no final da tarde desta segunda-feira (14), de que o orçamento de 2016 terá corte de R$ 26 bilhões. Apresentadas pelos ministros Joaquim Levy (Fazenda) e Nelson Barbosa (Planejamento), as medidas de ajuste orçamentário incluem uma nova rodada de alta de tributos, com o retorno da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). Tudo isso, garante a oposição, será combatido no Congresso.

Em resumo, o ajuste total anunciado ficará em R$ 64,9 bilhões, seja em redução de despesas, seja no aumento de receitas. O objetivo dos cortes é viabilizar superávit primário (economia para pagar os juros da dívida) de 0,7% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e riquezas produzidos em um país) no ano que vem.

O governo propõe ainda a volta, em caráter temporário, da extinta CPMF, com alíquota de 0,20%, percentual inferior ao de 0,38% que vigorou até 2007. Os ministros também informaram que pretendem reduzir o Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF).

Tão logo foram anunciadas as medidas, oposicionistas passaram a disparar críticas contra o governo, seja por meio de redes sociais ou pelo envio de mensagens por suas assessorias de comunicação. Para o senador Alvaro Dias (PSDB-PR), a coletiva de imprensa em curso no Palácio do Planalto confirma as intenções de recriação de impostos como a – como a já mencionada CPMF.

“O ministro Joaquim Levy confirmou. O governo quer recriar a CPMF com alíquota de R$ 0,20 %. A medida precisa ser aprovada pelo Congresso. A oposição, que derrubou a CPMF em 2007, votará contra”, avisou o senador.

Líder do DEM na Câmara, Mendonça Filho (PE) diz que as medidas traduzem descompromisso do governo com o erário. “É mais uma demonstração de falta de compromisso com o reequilíbrio das contas públicas, destruídas pelo governos petistas, cujas consequências estão sendo sentidas pela população que não encontra emprego e paga mais caro por tudo, além de enfrentar uma grave recessão. O governo não reduz o número de ministérios, de cargos comissionados e insiste no aumento de impostos como solução para a crise”, avalia o deputado.

Outras lideranças da oposição criticaram os planos do governo. “As medidas comunicadas não aumentaram em nada a credibilidade do governo. Quem esperava corte no número de ministérios ou diminuição no número de cargos comissionados e viu aumento de IOF e ameaça de volta da CPMF, só pode ter ficado ainda mais indignado”, reclamou o presidente nacional do DEM, senador José Agripino (RN).

Para o parlamentar, as medidas da equipe econômica não atendem aos anseios da população. “Ainda não entenderam que para merecer apoio às propostas de aumento de receitas precisam se creditar com corte nas despesas. E isto o governo do PT insiste em não fazer. Para equilíbrio das contas só com aumento de impostos, não contarão conosco. Aí é querer acabar de parar o país”, completou o senador.

Na mesma linha segue o líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), para quem o governo se nega a “cortar na própria carne”. “Em se tratando de um governo que se reelegeu mentindo aos brasileiros, não duvido nada que os cortes em ministérios e cargos de confiança não saiam do papel. Mais uma vez o governo quer empurrar a conta goela abaixo do contribuinte. O que a presidente Dilma pretende é fazer com que os brasileiros sejam os fiadores do déficit pelo qual ela é a principal responsável, mas não quer pagar a conta, cortando na própria carne”, observou o tucano.

Colaboraram Gabriela Salcedo e Edson Sardinha.

Deixe um comentário

Um comentário para “Oposição votará contra novo pacote de ajustes do governo”

  1. ⇒ João Cirino Gomes disse:

    Que oposição é esta se 90% dos partidos se aliaram ao PT em troca de cargos e benefícios e ajudaram eleger candidatos do PT, ajudaram fortalecer o PT e o comunismo?

    O político que mais se faz de oposição é o Bolsonaro, que é da comissão contra o crime organizado e vive criticando os marginais pés de chinelo, mas também ajudou eleger candidatos do PT, ajudou fortalecer o PT e o comunismo, e de quebra ajudou Maluf o inimigo publico numero um procurado em 186 países, se manter na vida publica! olhe bem para isso!

    Na hora da verdade, os covardes se escondem, ou se fazem de cegos e desentendidos!
    SERÁ QUE OS BAJULADORES DE POLÍTICOS, que criticam o aumento da violência, a falta de verbas para saúde, moradia, educação e segurança, SABEM POR QUAL MOTIVO, TODOS os políticos, INCLUSIVE A FAMÍLIA Bolsonaro, “os bons vi vans”, PEDEM IMPEACHMENT E TEMEM A INTERVENÇÃO?
    ESSES SÃO OS PROVENTOS DO PAI.
    http://www.pragmatismopolitico.com.br/…/os-salarios-dos-dep…
    Bolsonaro tem quatro aposentadorias, é deputado e exerce cargo na comissão contra o crime organizado.
    Portanto vamos multiplicar – R$ 33,000,00,por 6 pois são quatro aposentadorias, mais o cargo de deputado, e um cargo extra; o famoso cargo do faz de conta, na comissão contra o crime organizado!
    Vejamos
    R$ 33,000,00, x 6 cargos = 198000,oo
    Tem o cartão corporativo para gastar a vontade!
    E ajuda de custo, sem limites para tratamento médico!
    Verbas de Gabinete > R$ 78.000,00 defasado,
    Auxilio Moradia >>>>> R$ 3.800,00 defasado,
    Custa Parlamentar >> R$ 36.685,96 defasado,
    Ajuda de Custo >>>>> R$. 1.113,46 defasado,
    Total >>>>>>>>>>>> R$ 340.000.oo
    ENTENDEU?
    Se somarmos tudo em detalhes, três férias, décimo terceiro, décimo quarto e décimo quinto, ultrapassa quinhentos mil mensal!
    E o pior em 25 a nos de vida publica, Bolsonaro não tem um único projeto de lei aprovado, para beneficio da pátria, dos seus eleitores desinformados, ou dos militares que diz representar!
    E ao invés de se unir ao povo na luta por intervenção, se juntou ao Marcelo dos revoltados online, e esta pedindo impeachment da Dilma, pois sabe que os militares não serão coniventes com estes embustes!
    E esta usando a imagem dos militares para fazer propaganda política fora de época!
    Para que serve este tipo de político?
    E a população vai aceitar continuar passando pelas mais diversificadas necessidades, e pagando a maior taxa tributaria do planeta para bancar mordomias e dar vida mansa a este tipo de político fanfarrão?
    Imposto sem retorno é roubo e extorsão, por isso estou na luta por intervenção!
    Se tivéssemos políticos honestos, ou oposição; o país e o povo não estariam na pindaíba; enquanto os canalhas nadam de braçadas em verbas publicas!
    Sinto nojo quando vejo um pelego idolatrando e fazendo propaganda de políticos que tem varias aposentadorias, exerce vários cargos ao mesmo tempo, e tem bateladas de mordomias à custa do sangue e suor do povo!
    Estes pelegos idiotas estão se ferrando, nos ferrando e ferrando a Nação!
    Ou declaramos guerra contra nossos algozes, e lutamos por intervenção, ou continuaremos na mesma merda!
    Pois nem saímos de uma, e os pelegos retardados, e parasitas, já estão bajulando e idolatrando outro oportunista!
    Intervenção constitucional militar; e que os militares decidam quem deve, e quem não deve permanecer na vida publica!
    Enquanto estes pilantras vivem no bem bom, à custa do sangue e suor de quem trabalha, o país afunda, e o povo continua na miséria.
    Tais patifarias, injustiças e covardias, me fazem cuspir marimbondo!