Oposição protocola representação contra deputado petista

.
Fonte: Congresso em Foco
.

O PSDB, o PPS e o DEM protocolaram nesta segunda-feira (7) representação no conselho de ética e decoro parlamentar da Câmara pedindo investigação de denúncias contra o deputado André Vargas (PT-PR), primeiro vice-presidente da Casa. Os partidos acusam o petista de quebra de decoro parlamentar.

Na representação, os partidos descrevem as denúncias divulgadas pela imprensa desde o início de abril sobre as relações do parlamentar com o doleiro Alberto Youssef, preso em operação deflagrada pela Polícia Federal (PF) para desbaratar esquema de lavagem de dinheiro.

Os oposicionistas pedem que sejam ouvidos o deputado e o doleiro e sejam solicitadas à PF os documentos que indicam a ligação entre ambos. E querem que a abertura de procedimento disciplinar que pode culminar na perda de mandato do petista.

O conselho de ética deve sortear um relator, que ficará responsável por um parecer preliminar sobre a necessidade ou não de investigação dos fatos. Se esse parecer for pela abertura de investigação e for aprovado pelo plenário, o conselho deverá realizar uma análise aprofundada do caso.

Decisão pessoal

Mais cedo, o deputado pediu licença do cargo por 60 dias. Líder do PT na Câmara,o deputado Vicentinho (SP)  afirmou que a decisão de afastamento foi pessoal, mas que tem o apoio do partido.

Vicentinho declarou ainda que o PT espera que Vargas se defenda e que “a verdade seja vencedora”. Disse ainda que, com o afastamento, o deputado demonstrou zelo pela Câmara e pela bancada petista.

Mais sobre André Vargas

Mais sobre a operação Lava-Jato

Deixe um comentário