Oito declarações liberais do Papa Francisco

.
timthuO primeiro papa latino-americano tem dado espaço para bispos liberais que estão fazendo pressão por novas políticas. Nesse meio tempo, Franscisco transformou radicalmente o tom do papado, fazendo muitos liberais vibrarem e conservadores torcerem o nariz. Veja suas declarações mais notáveis:

1) Até ateus podem ir para o Céu

Em maio de 2013, Francisco anunciou o tom revolucionário de seu pontificado, lembrando aos fiéis que, mesmo aqueles que não acreditam em Deus podem ascender aos céus se forem bons. Ele chegou a dizer: “O Senhor redimiu todos nós, todos nós, com o Sangue de Cristo, todos nós, não apenas os católicos. Todos nós! ‘Pai, e os ateus?”. Mesmo os ateus. Todo mundo!

2) Carreirismo na Igreja

Em junho de 2013, logo após assumir o cargo, ele advertiu aos líderes da Igreja sobre o avanço e a posição na hierarquia. Em um discurso aos jovens sacerdotes em junho daquele ano, ele chegou a chamar o carreirismo na igreja de “lepra”.

3) ‘Quem sou eu para julgar?’

Em julho de 2013, num voo voltando de sua visita ao Brasil, Francisco fez um comentário diferente de seu antecessor, Bento XVI, sobre homossexualidade. Francisco disse: “se alguém é gay e procura por Deus, quem sou eu para julgá-lo?”.

4) A globalização da indiferença

Em novembro de 2013, em sua primeira exortação apostólica, documento papal, ele criticou a cultura do consumo e a ganância corporativa.

5) Audiência trangênero

Em janeiro de 2015, Francisco recebeu Diego Neria Lejarraga, 48, que nasceu mulher, mas fez um procedimento para se tornar um homem transgênero. Uma vez chamado de “filha do diabo” por um padre local na sua Espanha natal, Lejarraga procurou consolo de Francisco em uma reunião privada com sua noiva confirmada por autoridades do Vaticano. Quando Lejarrage perguntou ao papa se ele tinha um lugar na Igreja, o pontífice o repondeu com um abraço.

6) A encíclica sobre o meio ambiente

Em junho de 2015, Francisco colocou a Igreja no centro do debate sobre as mudanças climáticas, ao dedicar sua encíclica ao tema.

7) Perdão para mulheres que abortaram

Neste mês, Francisco anunciou uma janela temporária de “misericórdia”, durante o Ano Santo Católico,  para as mulheres que abortaram.

8) Processo de anulação simplificado

Neste mês, Francisco anunciou várias alterações processuais para acelerar e simplificar o procedimentode anulação de casamento. No mês passado, o papa pediu aos clérigos para manter as “portas abertas” para os católicos que se casam novamente.

 

Deixe um comentário

Um comentário para “Oito declarações liberais do Papa Francisco”

  1. ⇒ João Cirino Gomes disse:

    Vamos analisar; não é só engolir as mentiras de políticos embusteiros, e dizer amém para tudo!

    De comum acordo, os políticos estão pagando a mídia e seus pelegos “com nossos impostos”, para nos ludibriar, nos induzir aos caminhos enganosos que nos escravizam, e só favorecem a eles mesmos!

    Com a intervenção e o fim da imunidade parlamentar, não vamos mais precisar nos preocupar com segurança. Pode ter certeza, com o fim desta lei de imunidade, que só serve para acobertar corruptos, o índice de criminalidade cai naturalmente 99%!

    Vejam se nos “EUA” Estados Unidos da América, existe esta lei de imunidade! Existe nada! Assista ao vídeo e comprove! https://youtu.be/VADyTG5qVl0

    Os responsáveis pelo aumento da miséria, pela falta de verbas para educação, saúde, moradia e segurança, estão só ludibriando a população e pagando a mídia sensacionalista, para mostrar ao mundo, meninos descalços, sem camisa, aparentemente desnutridos, e os responsabilizar pelo aumento da violência e criminalidade.

    Mas na realidade, os responsáveis são os próprios políticos, com suas corrupções, desvios, superfaturamentos e enriquecimentos ilícitos. Pena que o povo não percebe, e fica cobrando errado! Para sanar o problema, precisamos conhecer de onde este problema procede, e cortar a fonte!

    E não ficar só remendando, de forma enganosa!

    A intenção dos políticos em diminuir a idade penal é lotar as cadeias e presídios e lucrar com a estadia dos presos, por isso já falam em privatizar os presídios!

    Se os políticos estivessem interessados em solucionar este problema, não deixariam a educação sucateada, não teriam criado lei proibindo menores de trabalhar, não estariam apoiando e até participando de passeatas para liberação de drogas, não estariam distribuindo kit gay nas escolas,

    Se os políticos estivessem preocupados com o aumento da miséria, da violência e criminalidade, estariam retirando dos vasos internos às plantas espinhosas, punindo com rigor os atos de corrupção, que estão degradando todos os bons costumes e destruindo a esperança de termos uma sociedade livre, culta e pacifica!

    Os políticos atuais estão usando nossos impostos para formar o jovem que é ao futuro da NAÇÃO, ou para formar vagabundos, gay, viciados, traficantes e prostitutas?

    Pensem bem, e deixem de ser ludibriados. Nossa política é um espetáculo teatral, onde o povo por falta de discernimento acaba fazendo papel de palhaço! Enfim segundo a constituição; todo cidadão, independente de cor, raça religião, ou classe social tem os mesmos direitos perante a lei e a justiça!

    E se é assim; por qual motivo as cadeias e os presídios estão repletos de pobres, a maior parte dos presos analfabetos, sem educação, sem poder aquisitivo, sem eira nem beiras, ou parentes importantes?
    Os políticos dizem que cada preso custa em torno de quatro mil e quinhentos reais mensais aos cofres públicos, e vc acredita nisso?

    Que tal gastar 30% deste valor em educação de qualidade?

    E notem nem uma faculdade em período integral, custa tanto quanto dizem custar à estadia do preso,
    Será que a cadeia é mais instrutiva que uma faculdade em período integral?

    E se um preso custa quatro mil e quinhentos reais, por qual motivo o salário de um pai de família que trabalha o mês todo, de sol a sol, não chega a mil reais; e com valor tão irrisório o pai de família precisa se manter e sustentar sua família?

    Abra sua boca a favor do mudo pelo direito de todos que perecem!
    Provérbios Rei Lemuel!