Mundo  

O tráfico de brasileiras em Portugal

Fonte: opiniaoenoticia.com.br

Grande parte das vítimas de tráfico de pessoas em Portugal são brasileiras exploradas sexualmente. O perfil foi traçado pelo relatório de 2009 do Observatório do Tráfico de Seres Humanos de Portugal.

Segundo o relatório, cerca de 40% das vítimas de tráfico são brasileiras. Elas são solteiras, com mais de 25 anos e chegam a Portugal com uma proposta de trabalho. A maior parte das vítimas é de Goiás, Minas Gerais e de estados do Nordeste. A pesquisa se baseou em 84 casos ocorridos no ano passado.

A pesquisadora Joana Daniel Wrabetz, responsável pelo estudo, explica também o perfil dos aliciadores: “Geralmente é um português que conhece os prostíbulos onde pode colocar as vítimas, muitas vezes em parceria com um estrangeiro”.

As vítimas do tráfico, diferente dos imigrantes ilegais, ficam em uma condição de escravatura. Elas perdem seus direitos, ficam em situação de cárcere privado e sem documentos.

Brasil e Portugal trabalham juntos contra o tráfico

O diretor do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras de Portugal, Manuel Jarmela Paulus, explica que o grande número de brasileiros traficados está relacionado à dimensão da comunidade no país, já que os brasileiros são mais de 20% do total de imigrantes que moram em Portugal, ou cerca de 100 mil pessoas.

Ele também esclareceu que as autoridades portuguesas têm realizado um trabalho em conjunto com a Polícia Federal brasileira, a fim de combater o tráfico de pessoas: “As parcerias com a Polícia Federal têm sido exemplares. No Brasil, a questão do tráfico de pessoas também preocupa as autoridades brasileiras”.

Deixe um comentário