O tom de Levy: ajuste, sem ofender direitos sociais

images_cms-image-000411819O novo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, adotou como tom de seu discurso na cerimônia de posse do cargo, em Brasília .“O Brasil tem plenas condições de exercitar o equilíbrio fiscal, sem com isso ofender direitos sociais ou deprimir a economia”, afirmou Levy, após ter recebido o cargo do secretário-executivo da Fazenda, Paulo Caffarelli.

Deixe um comentário