“O partido não vai sair sujo’’, diz Tiririca sobre crise nos Transportes

Fonte: votebrasil.com

Deputado é do PR, mesmo partido de Alfredo Nascimento. Nesta quarta, Nascimento deixou ministério após denúncia.

Deputado federal mais votado do Brasil, com 1,3 milhão de votos, e garoto propaganda do PR em uma campanha pela ética na política, o deputado federal Tiririca (SP), disse nesta quarta-feira (6) que as denúncias de suposto superfaturamento em obras, que resultaram na queda do ministro Alfredo Nascimento, não devem afetar o partido.

“”O partido não vai sair sujo. É uma coisa do ministro e da presidente Dilma. Eu acho que o partido não sai [sujo]””, disse o deputado.

No começo da noite, Tiririca participou de uma reunião convocada pelo líder do PR na Câmara, deputado Lincoln Portela (MG), na qual os parlamentares começaram a traçar o perfil que o partido espera do novo ministro. A presidente Dilma Rousseff deve manter o Ministério dos Transportes sob a responsabilidade do PR.

Tiririca disse que conhece Alfredo Nascimento e o considera “um “cara bacana””. O deputado ainda disse que ficou “tranquilo” com a explicação do líder do partido para a saída de Nascimento do ministério e reforçou que o partido não deve sofrer prejuízos.

“”Ele [Portela] chamou todos nós e falou para a gente que não foi a presidente que demitiu, e sim ele [Nascimento] que pediu demissão. Esclareceu e deixou a gente bem tranquilo. Da minha parte, eu sai bem tranquilo. Não tem nada a ver com o partido. Ele abriu vida dele, sigilo bancário essas coisas. E eu acho tranqüilo. Conheci ele, estive várias vezes com ele, é um cara bacana, uma pessoa boa. Não vai dar nada para o partido não””, afirmou.

Como garoto propaganda do PR em uma campanha pela ética na política, Tiririca diz que não se sente prejudicado com as denúncias que abalam o partido.

““De maneira alguma [se sente prejudicado] como integrante do partido. Estou bem tranquilo. Sei do trabalho que estou fazendo, conheço o pessoal que estou trabalhando junto”, disse o deputado.

Apesar de defender que o partido está tranquilo, o deputado diz que defende que haja investigação sobre as denúncias feitas. “

“Se tem [irregularidade] ainda não mostraram. Tem de punir mesmo. Se tiver tem de investigar, correr atrás. Nós estamos trabalhando, já mostrei projeto e estamos trabalhando para fazer alguma coisa pelo povo. Estou aqui pelo povo. Estamos usando o poder político para ajudar as pessoas”, afirmou.”

 

Deixe um comentário