O grito do Ipiranga de Genoino: eu renuncio!

gritabrasilPor Claudio Schamis
Era só o que faltava. Genoino agora quer ser uma espécie de D. Pedro I às avessas no dia do Não Fico: “Entre a humilhação e a ilegalidade, renuncio ao mandato”. Bravo, bravíssimo Genoino, seu covarde.

Deixe um comentário