Novo vice de Serra teria que ser da coligação

Fonte: votebrasil.com

O candidato pode até mudar o vice, mas a escolha tem que ser, obrigatoriamente, dentro dos partidos da coligação. Ou seja, PSDB, DEM ou PPS.

A especulação sobre o nome do deputado Fernando Gabeira (PV-RJ) para vice de José Serra no segundo turno esbarra na lei eleitoral.

O candidato pode até mudar o vice, mas a escolha tem que ser, obrigatoriamente, dentro dos partidos da coligação. Ou seja, PSDB, DEM ou PPS.

Nas primeiras conversas a esse respeito, ontem à noite, foi este o motivo maior que afastou a hipótese Marina Silva (PV).

É por isso que, como revelou Poder Online, o nome preferido de alguns tucanões para ficar no lugar de Índio da Costa é o do senador eleito Aécio Neves.

A pressão será grande porque Aécio sempre disse que sua presença na chapa faria pouca diferença para Serra. Mas fez. Apesar da vitória triunfal do ex-governador em Minas Gerais, o único tucano que perdeu lá foi Serra. Fez apenas 30% dos votos no estado, bem abaixo do que os vices mineiros garantiram aos presidentes eleitos no passado.

Os tucanões já fizeram essa conta e sabem que para virar votos em Minas precisarão de um mineiro na chapa.

Deixe um comentário