Saúde  

Níveis baixos de glicose podem gerar briga de casal

.

timRelacionamentos conturbados provam que os rumos do amor verdadeiro nunca são tranquilos, mas um estudo liderado por Brad Bushman da Ohio State University, que acaba de ser publicado no periódico Proceedings of the National Academy of Sciences, sugere que, caso parceiros briguentos comessem mais, suas tendências agressivas poderiam ser amenizadas.

Bushman observou 107 casais heterossexuais juntos há 12 anos, em média, e procurou correlações entre os níveis de glicose nas correntes sanguíneas dos cônjuges e seu apreço (ou falta de apreço) por seus parceiros. Para fazê-lo, ele e sua equipe primeiro pediram aos participantes para classificar suas relações, a fim de fornecer uma linha de base. Em seguida, monitoraram seus níveis de açúcar pela manhã e à noite por três semanas, ao mesmo tempo em que os solicitaram a realizar duas tarefas reveladoras.

A primeira, que os participantes deveriam realizar toda noite, envolvia enfiar agulhas em uma boneca ou boneco que representava o seu parceiro. Eles podiam utilizar até 51 agulhas. A segunda, realizada apenas uma vez ao fim do experimento, era um jogo de computador que os participantes julgavam estar jogando contra seus parceiros e cujo prêmio para cada rodada vencida seria poder atormentar seu parceiro com um barulho incômodo, como o de unhas arranhando um quadro-negro ou o zumbido de uma sirene. Na verdade, quem ganhava o direito de atormentar o outro era decidido aleatoriamente, de modo que os pesquisadores pudessem avaliar as respostas de todos igualmente.

Ambas as tarefas revelaram que os níveis de açúcar no sangue de fato ajudam a regular as desavenças maritais. A maioria dos casais não se comportou de maneira particularmente punitiva entre si na atividade de inserir agulhas nos bonecos: o número médio de agulhas enfiadas por noite foi de 1,35, sendo que todas as 51 só foram utilizadas em três ocasiões. Mas para qualquer indivíduo, os números de agulhas enfiados por ele ou por ela (e mulheres utilizaram mais agulhas que homens) na boneca em uma noite estava correlacionado ao nível de açúcar no sangue dele ou dela naquele dia. Similarmente, aqueles com baixos níveis médios de açúcar no sangue ao longo das três semanas do experimento escolheram punições mais barulhentas e longas para seus parceiros que aqueles com níveis altos.

Fontes: The Economist-Hunger strikes
                Opinião& Noticia

Deixe um comentário