Mundo  

Mulher é presa por gritar durante o sexo

Na Inglaterra uma mulher foi presa por desobedecer uma ordem judicial que proibia seus gritos durante o ato sexual.
Caroline de 47 anos, que pode ser condenada a cinco anos de prisão, foi novamente advertida pelo Tribunal após tirar o sono de sua vizinha, que, mesmo sofrendo de surdez parcial, não conseguiu mais  suportar os gritos escadalosos que a britânica dava todas as vezes que fazia sexo com seu marido, Steve, o que acontecia, no mínimo, cinco vezes por semana.
Anteriormente, as vizinhas de Caroline, já haviam comparecido à polícia, durante 25 vezes, para apresentarem  quexas pelos gritos e pelos ruídos de porradas que eram desferidos durante o sexo.
Após ser detida, a britânica garantiu que não vai parar de gritar.

Deixe um comentário