Ministro do Supremo nega habeas corpus e Arruda deve passar o carnaval preso

O ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello negou o pedido de habeas corpus ao governador licenciado do Distrito Federal, José Roberto Arruda. Ele permanecerá preso por tentar subornar uma testemunha do suposto esquema de corrupção que envolve Arruda, empresários e deputados distritais.

Deixe um comentário