Brasil  

Ministro da Justiça vai lutar para manter aberto o Santos Dumont

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou nesta sexta-feira (6) que “faz parte do jogo democrático” a crítica do governo do Rio ao processo de abertura do Aeroporto Santos Dumont para voos nacionais de longa distância. Segundo ele, o governador Sérgio Cabral (PMDB) é seu amigo e “tem direito de fazer o que quiser, assim como o Ministério vai fazer a sua parte para manter o processo de abertura do Santos Dumont”.
Jobim negou que, ao receber os voos nacionais, o Santos Dumont poderia causar o esvaziamento do Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim, o Galeão, conforme o governo do Rio alega. Cabral chamou inicialmente a ideia de “deboche”, mas depois pregou o diálogo e disse acreditar que a agência pode “repensar” a medida.

Deixe um comentário