Ministra do STJ se declara impedida de julgar habeas corpus de Cachoeira

A ministra do STJ Laurita Vaz se declarou impedida de julgar o habeas corpus de  Carlinhos Cachoeira, que está preso desde fevereiro por explorar o jogo ilegal em Goiás. A ministra justificou o impedimento por ser goiana e ter tido contato social ou profissional com autoridades públicas que supostamente estão envolvidas com Cachoeira.

Deixe um comentário